Chile promulga proibição histórica de sacolas plásticas

Chile proíbe o uso de sacolas plásticas (Julho 2019).

Anonim

O Chile fez história na sexta-feira quando se tornou o primeiro país da América Latina a proibir o uso comercial de sacolas plásticas.

"Quero compartilhar com vocês a alegria que a partir de hoje estamos promulgando a lei", disse o presidente Sebastian Pinera em uma cerimônia pública no centro de Santiago, após a qual ele distribuiu sacolas de pano para os transeuntes.

As grandes empresas têm seis meses para eliminar o uso de sacolas plásticas, enquanto as menores terão dois anos para se adaptar às novas regras.

Isso significa que qualquer forma de sacola plástica que não seja a embalagem primária "necessária para a higiene ou para evitar o desperdício de alimentos" é proibida, informou o Diário Oficial do governo na sexta-feira.

Aqueles que desrespeitarem a proibição estarão sujeitos a uma multa de US $ 370, em um país onde o salário mínimo é de apenas US $ 800.

"Sem dúvida, estamos dando um passo gigantesco em direção a um Chile mais limpo", acrescentou Pinera.

Enquanto isso, as empresas estarão limitadas a distribuir no máximo duas sacolas plásticas por transação.

menu
menu